Sindicato dos Aposentados questiona a Reforma na Previdência

Já está em curso a tentativa do governo de promover uma reforma na Previdência Social, fundo do trabalhador que assegura uma renda ao cidadão no momento em que encerra o ciclo laboral.

Com pressa para formatar uma proposta e entregar a questão para votação no Congresso Nacional, o governo montou um Fórum de fachada para legitimar uma decisão que parece arbitrária. Fechado em si mesmo, o governo não escuta o movimento sindical, que discorda das sete propostas da Reforma, que estão mais para um desmanche da Previdência.

A nova edição do jornal dos Aposentados apresenta todas suas posições contra a Reforma, mostrando que é um absurdo o que pretendem fazer com esse patrimônio do povo brasileiro. “Em realidade estão tentando sucatear a Previdência para que as pessoas sejam quase que obrigatórias a fazer uma previdência privada para assegurar uma velhice com dignidade”, alerta João Inocentini, presidente licenciado do Sindicato Nacional dos Aposentados, Pensionistas e Idosos da Força Sindical (Sindnapi).

CONVÊNIOS COM FARMÁCIAS – A nova edição do jornal destaca os convênios estabelecidos entre o Sindicato Nacional dos Aposentados e as redes de farmácias Droga Raia e Drogasil, que proporciona grandes descontos aos associados nas mais de 1.200 farmácias em 17 Estados brasileiros. Para Carlos Ortiz, presidente do Sindnapi, “esse acordo representa uma forma de amenizar os impactos do custo de vida dos aposentados, em que 70% deles tem de sobreviver com um salário mínimo”, destacou.

ATIVIDADES – O jornal também mostra como serão os impactos nas vidas das mulheres caso aconteça a Reforma da Previdência; a participação dos representantes do Sindnapi no Fórum Social Mundial, em Porto Alegre (RS), quando defenderam uma pauta em defesa da população idosa; o Centro do Idoso do Sindnapi em Americana, que abrigará o Poupatempo do município; as ações dos aposentados no Brasil; entre outros.

Agora na Cultura

No Ar 

0:00 

banner-acil